Liam Payne sobre ‘HUGO x Liam Payne’ para a Haute Living

O chefão da música está em erupção no centro das atenções com um novo conjunto de notas, que são igualmente inteligentes e arrojadas com estilo. Liam Payne, cantor e compositor nascido na Inglaterra, está escrevendo um novo refrão em uníssono com HUGO. Recentemente, com o lançamento da coleção de cápsulas no Aventura Mall em síntese com a abertura da primeira loja pop-up da marca, Payne está se preparando para uma parceria que vai deixar os fãs de olhos arregalados e os estilistas da moda aficionados “do avião ao festival no estilo.”

A Haute Living se reuniu com o cantor para ouvir mais sobre seu papel como o novo embaixador global da marca, seu gosto pela moda e suas principais dicas sobre como criar um estilo de assinatura.

Conte-nos sobre a parceria com a HUGO como é ser o novo embaixador global e sobre a colaboração em uma coleção de cápsulas.

Liam: Tem sido super excitante. Obviamente começar a fazer coisas assim para mim é bastante incomum e meio que se separa um pouco da música, o que é divertido na verdade! Foi uma experiência muito divertida – sentar e desenhar roupas – e, finalmente, agora, um ano em construção, vendo as pessoas usarem as roupas, encontrando todos os fãs e vendo-os se divertirem. É incrível. Minha mãe e meu pai foram até uma das lojas no Reino Unido e me enviaram fotos de todas as vitrines. É muito emocionante ver uma coisa totalmente nova começar.

Crescendo na Inglaterra, a moda de inspiração britânica influenciou seu gosto, em termos de design?

Liam: Eu acho que sim. Esta é uma casa de moda fortemente alemã, e eu acho que ambos os mundos se casaram muito bem para onde minha moda está. O material que fazemos é muito minimalista. Não há nada além disso. Não tem o meu nome estampado nele. Eu estava muito convicto de que não queria isso porque quero que as pessoas possam comprá-lo se gostarem da roupa, e não apenas porquê elas gostam de mim. Se você é fã, pode se divertir. Se você não é fã, ainda é algo que você pode comprar e usar e você nunca saberia a diferença. Eu acho que isso é muito divertido sobre a coisa toda. Mas definitivamente há um toque de moda britânica e muita moda alemã também.

Sua coleção reflete a arte da assinatura chevron. Por que você usou chevron?

Liam: Eu estava sentado em uma reunião de design e eles me presentearam com um monte de logos diferentes nos quais eles estavam trabalhando e havia um que se destacou claramente para mim. E quando me sentei no andar de baixo, foi realmente incrível. Eu tive que falar com Kim Jones, que é obviamente um dos maiores designers de moda que já viveu, e eu perguntei: ‘Eu estou em um projeto no momento para Hugo, há algo que você possa me dizer?’ Ele disse que tinha um pequeno toque de música. Assim que tiver sucesso, você entenderá todo o processo. E assim que vi isso, eu disse “esse é o hit”. Eu sabia que iria funcionar.

É comum cometer erros de moda. Desde o seu tempo com a One Direction, qual foi o seu maior erro de moda?

Liam: O meu estava à frente de todos! Você não pode se livrar dessas fotos. Eu acho que meu maior erro de moda, mesmo que eu tenha gostado na época, foi a minha fase de rapper de correntes de ouro, que foi bem divertida. Eu gostava do que era. Mas não era para mim! Eu acho que a parte mais importante disso é de vestir o que combina com você. Ultrapassei meus limites, mas eu exagerei. Eu fui um pouco longe demais com isso.

Como seu estilo pessoal evoluiu?

Liam: Eu realmente acho que meu estilo deu um ciclo completo quando comecei a aprender sobre roupas, assim que a banda começou. E então eu entrei em uma pequena jornada e experimentei um monte de coisas, o que eu acho que é realmente importante e as pessoas definitivamente deveriam fazer e experimentar, mas simplesmente não tirem um monte de fotos como eu fiz, porque isso é muito estranho. Mas eu acho que meu senso de moda deu uma volta completa.

Esporte fino, inteligente e inesquecivelmente atraente ao longo de sua carreira, qual deles foi o seu favorito? Qual deles você ainda tem no seu armário?

Liam: Há alguns ternos que eu usei nos últimos meses, na verdade, que foram bons. Quando nós estávamos na banda, nós realmente não conseguimos usar muito terno e foi muito engraçado que houvesse um paradoxo de uma parte do trabalho onde eu odiava usar ternos, mas de alguma forma para mim eu sempre queria usar um terno em algum lugar. E quanto mais ternos tínhamos que usar mais divertido era. Havia uma roupa em particular que eu usava quando a One Direction foi ao Japão, estávamos promovendo nosso filme. Eu estava de casaco e estava me sentindo naquela noite. Eu ainda tenho isso em algum lugar.

Crescendo rapidamente como músico e designer, como você vê sua carreira progredindo no futuro? Você acredita que os dois mundos podem colidir?

Liam: Eu tenho mais música à caminho, então isso vai ser bem divertido e eu acho que quanto mais eu aprendo sobre moda, mais eu me apaixono pelo processo de design. Assim que filmamos as imagens para esta primeira cápsula, eu fui para casa e comecei a desenhar as coisas imediatamente e elas me permitiram alterar todos os logotipos e todos os tipos de coisas para o próximo passo, o que é muito legal. Então eu tenho muita liberdade nisso. Para onde isso tudo vai nos próximos anos, eu realmente não sei. Eu gostaria de continuar trabalhando ao lado de Hugo. A união das duas marcas juntas é simplesmente perfeito no momento. Espero que eles estejam gostando tanto quanto eu. Espero que seja algo que eu possa continuar fazendo.

Você sempre se imaginou como designer de moda?

Liam: Nunca! Quando eu estava à caminho do primeiro encontro com o designer, eu estava pensando sobre o que eu ia dizer às pessoas sobre o design de roupas. Eu não tinha a menor ideia! Mas como eu disse, uma vez que você entra e você realmente pensa e vê as coisas, você percebe que sabe mais sobre o que gosta do que pensava.

Com quais marcas poderemos ver você colaborando daqui para frente?

Liam: Para isso, eu tenho outra coleção para lançar no ano que vem. Eu tenho uma filmagem de roupa íntima que está saindo muito em breve. E algumas outras coisas que estou fazendo com o Hugo. No que diz respeito à outras marcas, eu gostaria de fazer algo mais esportivo, seja com Hugo ou não, eu realmente não sei. Provavelmente acessórios seria outra coisa que eu gostaria de fazer em algum momento, eu acho. Tenho ideias ótimas!

Qual é a sua dica profissional sobre como criar um estilo pessoal e não ter medo da moda?

Liam: Eu acho que às vezes é muito difícil diferenciar entre quando você tenta algo que para você parece chato, porque isso funciona tão bem junto quando você coloca outra coisa para tentar algo novo. Parece emocionante, mas então você pode estar indo longe demais com isso. Normalmente, o que é chato e fácil é, na verdade, a coisa certa de se fazer. Para mim, sempre me afastei do que era óbvio. Eu acho que é o primeiro caminho à percorrer. E depois, inspire-se em um grupo de pessoas e coisas de que você gosta e, em seguida, vista-se com sua própria opinião individual.

Qual é sua opinião sobre sua nova coleção de cápsulas com o HUGO?

Liam: É bem esperto, na verdade! Eu não sabia que me vestia tão bem quanto eu achava.

Você mencionou inicialmente que seus pais foram para uma das lojas no Reino Unido para ver as vitrines. Como seus pais se sentiram sobre sua nova coleção?

Liam: Eles ficaram muito felizes! Meu pai tentou me ligar, mas eu estava fora em algum lugar, para conversar com as pessoas por detrás da mesa. Foi muito fofo. Eu acho que eles estão realmente orgulhosos disso. É algo que todos nós não esperávamos. É a melhor coisa de todas!

Você mencionou inicialmente que seus pais foram para uma das lojas no Reino Unido para ver as vitrines. Como seus pais se sentiram sobre sua nova coleção?

Liam: Eles ficaram muito felizes! Meu pai tentou me ligar, mas eu estava fora em algum lugar, para conversar com as pessoas por detrás da mesa. Foi muito fofo. Eu acho que eles estão realmente orgulhosos disso. É algo que todos nós não esperávamos. É a melhor coisa de todas!

FONTE: Haute Living

Compartilhar em: