Liam Payne concede entrevista para SCMP News

No começo do mês de Março, 10, Liam Payne viajou até Hong Kong para comparecer no fim de semana de corridas motorizadas de Hong Kong E-Prix da Fórmula E. Durante o evento o cantor concedeu uma breve entrevista para o site SCMP News onde conversou sobre ser fã de corrida, a Formula E e também o que ele fez na cidade no período que esteve por lá e muito mais. Confira a matéria traduzida e completa abaixo:

Você já participou anteriormente de corridas de Fórmula E?

Não, está é a primeira que eu participo. Mas eu conheci Alejandro (presidente da Fórmula E) há pouco tempo e ele me pediu para vir e participar, então eu disse sim, e aqui estamos nós.
Acabamos de fazer uma volta onde eles queriam que eu fizesse uma selfie, mas eu fiz uma foto de Alejandro dirigindo o carro e foi a coisa mais difícil de fazer com ele andando pelos cantos.

Você é fã de corridas?

Eu gosto de carros de corrida. É a primeira vez que venho à um evento de Fórmula E. Eu já estive em um ou dois eventos diferentes de automobilismo no passado. Isso é legal. É surpreendente como os carros são silenciosos, em comparação com outros esportes.
É muito muito rápido (nos carros), eu não podia acreditar o quão rápido estávamos indo quando olhei para baixo (no velocímetro). Quando ele acelerou, pensei: “Whoah!”

Antes de conhecer o Alejandro, você já ouviu falar da Fórmula E antes?

Eu definitivamente tinha ouvido falar disso antes. Esta é a primeira vez que estive em Hong Kong como artista solo. É a minha primeira visita ao país desde que estive com a banda aqui da última vez. Então eu tenho muitas memórias diferentes aqui, e é bom estar de volta. É ótimo estar aqui fazendo isso. Que bela corrida pitoresca (é) ter o horizonte de Hong Kong no fundo, um dos únicos skylines onde você tem montanhas e edifícios, e tudo em um. Eu acho que, obviamente, para os jovens, também é uma ótima mensagem para se espalhar com esse esporte mais sustentável. Eu não percebi que este é o único automobilismo onde eles usam os mesmos pneus para as condições em corridas molhadas e secas. Então, acho que é uma ótima mensagem para enviar.

Como você conheceu o fundador da Formula E, Alejandro Agag?

Nós nos conhecemos através do amigo de um amigo e nós temos tentado juntar isso por anos, e agora para mim, vir e participar meio que caiu no dia certo, então eu consegui vir desta vez.
Uma das melhores coisas é voltar a Hong Kong e reviver memórias e coisas que eu fiz antes, quando eu era mais jovem. Eu não estive aqui em cerca de quatro ou cinco anos, então é um bom tempo.

O que você acha que atrai um público jovem para a Fórmula E?

Eu acho que o aspecto da sustentabilidade para um, porque nós somos a futura geração deste planeta, então é importante que nós possamos espalhar a mensagem sobre esse tipo de coisa.
Nós acabamos de sair no BMW i8 pela primeira vez, com carros incríveis e velocidades incríveis que eles ainda conseguem alcançar, mas com uma fonte sustentável, o que é muito legal.

O que você acha sobre onde temos o circuito de corrida?

Eu acho que é ótimo, e no ano que vem eles estarão fazendo o ExCeL London (centro de exposições), que será super emocionante. É uma das primeiras corridas realizadas em ambientes fechados e ao ar livre ao mesmo tempo. Eu acho que vai ser muito legal, então espero que Alejandro me convide para isso.

O que mais você tem feito na cidade?

Eu experimentei um monte de comidas diferentes, também vi que tenho meu nome escrito em mandarim que parece bem legal. Mas eu não irei cometer o mesmo erro da Ariana Grande de tatuar a coisa errada, só por precaução…Quem sabe? Eu sempre quis fazer uma tatuagem em mandarim, mas sinto que acabaria pegando algo de um cardápio e entendendo completamente errado. Há sempre um risco porque alguém vai te dizer, mas você não sabe o que eles estão falando. O que ela (Ariana Grande) conseguiu? Ela tem “barbecue finger” (dedo de churrasco) ou algo parecido.

Compartilhar em: