Em entrevista exclusiva ao Daily Mail, Liam Payne pede desculpas após letra ousada de “Both Ways”.

Liam Payne, em entrevista exclusiva ao Daily Mail, emitiu um sincero pedido de desculpas à todos que ele ofendeu após o lançamento de seu álbum de estreia, o LP1, por conter músicas sobre brincadeiras no estacionamento e um trio bissexual.

Na canção “Both Ways“, Liam canta sobre ‘compartilhar esse corpo como se fosse nossa última refeição‘, e o artista foi acusado de bifobia (um termo usado para descrever ideias, atitudes ou sentimentos negativos, preconceituosos ou discriminatórios contra a bissexualidade, pessoas com tal orientação ou comportamento sexual, ou aquelas percebidas como tal) e de “fetichizar mulheres bi“.

Na época, Liam e sua equipe permaneceram calados diante das críticas, no entanto, conversando com o Daily Star Online, ele estava empenhado em esclarecer as coisas.

Durante o bate-papo exclusivo, Liam disse: “Honestamente, não foi um movimento deliberado [para fazer músicas sexuais], foi um momento muito confuso para mim quando eu estava fazendo esse álbum. Eu estava passando por muitas coisas pessoais sobre as quais não falava muito; com composição, medo do palco e medo do futuro”.

Oferecendo um pedido de desculpas por sua própria vontade, o cantor continuou: “Sinto muito por quem ficou ofendido por certas músicas ou coisas diferentes no álbum, com certeza nunca foi minha intenção com nenhuma das composições ou coisas que eu estava fazendo. Eu estava apenas me desafiando em diferentes áreas. Olhando para trás agora, foi apenas um momento para mim.”

O último single de Liam, Midnight, com o DJ e produtor sueco Alesso, é liricamente uma mudança notável em relação aos seus singles anteriores, que tentaram manter seu apelo sexual e viver a vida em uma constante agitação.

Liam continua: “Em Strip That Down eu ajudei na composição, mas não necessariamente escrevi a música. Depois disso, muitas das músicas que recebi a partir de então eram todas baseadas em sexo. Eu me envolvi com esse tipo de coisa e, é claro, sou um cara jovem, estou interessado nesse tipo de coisa, gosto da ideia das músicas e dos grooves ou certas vibrações, então fiquei tipo ‘ok, vamos lá’. Foi um período crescente. Simplesmente aconteceu.”

“Eu diria que a nova música será menos sexy. Acho que passei do meu tempo com essa coisa de qualquer maneira.”

“Apesar das sessões de fotos ou de qualquer outra coisa que você possa ver de mim, estou muito mais tranquilo com todas essas coisas hoje em dia. É uma direção diferente com a gravadora e a gerência, é um rejuvenescimento, em vez de seguir esse caminho novamente”.

Dando uma prévia seu futuro, Liam disse: “A música que estou desenvolvendo agora é muito diferente. Voltando ao estúdio, eu realmente estou focando em seguir para quais são as mensagens que quero dizer, em vez de apenas seguir os movimentos de fazer uma música, montá-la e dizer ‘isso parece bom’ e divulgá-la. Não é realmente desse jeito que se faz.”

FONTE: Daily Mail

Compartilhar em: